BTC

BTC

O Bitcoin é considerado a primeira crypto descentralizada e tem desempenhado um papel significativo na história financeira desde seu lançamento em 2009. Durante a sua história, ocorreram vários eventos relevantes que moldaram o desenvolvimento e a adoção do Bitcoin. Entre eles destacam-se:
A primeira transação com Bitcoin – Em 22 de maio de 2010, Laszlo Hanyecz realizou a primeira transação conhecida com Bitcoin, comprando duas pizzas por 10.000 Bitcoins. Esse evento histórico marcou o uso real do Bitcoin como meio de troca depois vem o crescimento do interesse e comunidade – O Bitcoin começou a atrair um interesse crescente e uma comunidade cada vez maior de entusiastas e develepors. Fóruns online e comunidades dedicadas ao Bitcoin surgiram, permitindo a troca de informações e ideias. Em 2013, o preço do Bitcoin verificou um crescimento significativo, atingindo cerca de US$ 260 em Abril e, posteriormente, uma alta histórica de quase US$ 1.200 em Dezembro. Esse crescimento atraiu a atenção da comunidade técnica e financeira.

Durante esse mesmo ano a Silk Road, uma plataforma de mercado online que usava Bitcoin como meio de pagamento, foi fechada pelas autoridades em Outubro. Começaram os primeiros grandes debates sobre Bitcoin em 2014 com a Falência da Mt. Gox – A Mt. Gox, uma das primeiras e maiores exchanges de Bitcoin, entrou em falência após perder centenas de milhares de Bitcoins devido a falhas de segurança. Esse evento destacou a importância da segurança nas exchanges. Já em 2017 e depois de várias proibições pelos gigantes da industria a escalada de preços – O preço do Bitcoin começou a subir rapidamente em 2017, alcançando um valor de quase US$ 20.000 em Dezembro. Esse rali de preços trouxe grande atenção dos main stream media e atraiu investidores institucionais. Também em 2017 o Fork do Bitcoin Cash – Em Agosto de 2017, ocorreu um hard fork no Bitcoin, resultando na criação de uma nova criptomoeda chamada Bitcoin Cash. Isso levantou debates sobre escalabilidade e divergências filosóficas dentro da comunidade Bitcoin. O cesc.trade deu suportou BCH durante os primeiros tempos após o fork tendo descontinuado a prestação de serviços na rede poucos meses após o referido evento. Ainda em Dezembro de 2017, foram lançados os primeiros contratos futuros de Bitcoin na CBOE e na CME. Isso permitiu que investidores institucionais especulassem sobre o preço futuro do Bitcoin, trazendo maior legitimidade à criptomoeda. Grandes empresas e instituições financeiras começaram a mostrar interesse e adotar o Bitcoin. Empresas como a Fidelity Investments e o Intercontinental Exchange (ICE) lançaram serviços relacionados ao Bitcoin para investidores institucionais. O terceiro halving do Bitcoin ocorreu em maio de 2020, reduzindo a recompensa dos mineradores pela metade. Este evento periódico tem impacto no preço. Em 2021 empresas como a Tesla e MicroStrategy anuncianaram os seus investimentos em Bitcoin.

Para negociar Bitcoin no cesc.trade clique aqui

Em 2021 muitos estados começaram a discutir a regulamentação do bitcoin e respectiva adopção. A entrada de grande instituições como a JPMorgan e PayPal oferecerem serviços relacionados com Bitcoin também teve significancia em 2021. Sob a liderança do presidente Nayib Bukele, El Salvador tornou-se o primeiro país do mundo a adotar o Bitcoin como moeda de curso legal. Essa decisão pioneira demonstra uma visão audaciosa e uma abertura para explorar as possibilidades e os benefícios da tecnologia blockchain. A tecnologia blockchain proporciona transações rápidas, seguras e transparentes, permitindo que os cidadãos tenham acesso facilitado a serviços financeiros e reduzam as barreiras econômicas.

Além disso, a decisão de adotar o Bitcoin também pode estimular o crescimento econômico de El Salvador, atraindo investidores e impulsionando a inovação tecnológica. Isso pode abrir caminho para um ecossistema vibrante de startups e empresas relacionadas à criptomoeda, criando empregos e oportunidades para os jovens empreendedores do país. A atitude de El Salvador é uma demonstração de coragem e determinação em buscar soluções alternativas para desafios financeiros e buscar a inclusão de todos os cidadãos em uma economia digital globalizada.

O Bitcoin oferece várias vantagens em relação às moedas reguladas por estados

Descentralização: O Bitcoin é descentralizado, o que significa que não é controlado por uma autoridade central, como um banco central ou governo. Essa descentralização proporciona maior autonomia e liberdade financeira para os utilizadores. “Not your keys, not your coins”

O Bitcoin permite transações internacionais rápidas e potencialmente mais baratas do que os sistemas financeiros tradicionais. Ele supera as fronteiras geográficas e elimina intermediários, tornando as transações mais eficientes.

O Bitcoin tem um limite máximo de oferta de 21 milhões de moedas, o que o torna escasso em comparação com as moedas fiduciárias, como o euro. Isso pode ser visto como uma proteção contra a inflação, já que a oferta de Bitcoin é programaticamente limitada.

O Bitcoin oferece uma opção de inclusão financeira para pessoas que não têm acesso a serviços bancários tradicionais. Por meio do Bitcoin, qualquer pessoa com um smartphone e conexão à internet pode participar do sistema financeiro global.

Mercados


Compra: 57640 Euro

Venda: 70000 Euro

Compra: BTC

Venda: 0.00000194 BTC

Compra: BTC

Venda: 0.00000001 BTC

Category

Deixe um comentário